Significado da palavra "Seridó" ...

Castelo Di Bivar - Região do Seridó potiguar. Foto: A/D 

Seridó - Terra de fortes guerreiros

Seridó é uma região interestadual localizada no sertão da Região Nordeste do Brasil. Oriunda da antiga região da "Ribeira do Seridó", abrange vários municípios dos estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba.

O Seridó potiguar ainda apresenta a melhor qualidade de vida do interior nordestino devido à histórica liderança política e econômica.

A terminologia "Seridó" pode ter vários significados, no entanto todos possuem relação com a dita "região do Seridó".

● Caatinga do Seridó - Subclassificação do bioma Caatinga.
● Polo Seridó ou Roteiro Seridó - roteiro turístico que envolve alguns municípios do Seridó.
● Algodão Seridó - variedade de algodão nativa de excelente qualidade e resistente à seca.
● Geoparque Seridó - proposta de tombamento do patrimônio geológico do Seridó do potiguar.

Origem do nome Seridó
Há divergências quanto à origem do topônimo "Seridó":

● Tradição oral 
Terra de fortes guerreiros: em referência a Guerras dos Bárbaros e aos índios Tapuias que habitavam a Serra do Macaguá, hoje conhecida como Serra de Santana, na região do Seridó potiguar.

Após o término das invasões holandesas à capitania do Rio Grande (1633-1654), iniciou-se o processo de concessão de sesmarias – porções de terra destinadas à pecuária. 

Um dos primeiros sesmeiros do Seridó foi o Coronel Antônio de Albuquerque da Câmara. Com a doação dessas terras, antes pertencentes aos indígenas tapuias (Tarairius), houve uma forte reação dos indígenas à presença luso-brasileira. 

A apropriação da terra indígena provocou assim sangrentos confrontos bélicos conhecidos pelos portugueses como "Guerras dos Bárbaros", oficialmente foi de (1687 a 1697), mas o inicio dos conflitos se deram já em 1683 e se estenderam até 1713. 

Os índios que os historiadores descrevem como homens altos, fortes, adestrados para a peleja, ferozes no combate e de traços viris.

A fama dos guerreiros Tapuias, conhecidos pela sua ferocidade, era amplamente presente nos discursos de origem portuguesa e holandesa no período em que estiveram à frente das capitanias setentrionais.

Os Tapuias (Tarairius) recebiam o adjetivo de “Aliados infernais” pelos neerlandeses. De acordo com José Antônio Gonsalves de Mello, no transcorrer dos anos de dominação holandesa nas terras da América.

O povoamento da região do Seridó começou logo após o fim da Guerra dos Bárbaros.

● Luís da Câmara Cascudo
Pouca folhagem e pouca sombra: Luís da Câmara Cascudo 

Segundo o folclorista e historiador Luís da Câmara Cascudo, vem do linguajar dos tapuias transcrito como "ceri-toh" e que quer dizer "pouca folhagem e pouca sombra", em referência as características da região. 

● Hebraico 
Refúgio Dele / sobrevivente: colonizadores eram cristãos-novos, descendentes de judeus. 

No entanto, existe o fato de que os colonizadores eram cristãos-novos, descendentes de judeus, os termos "sarid" e "serid", seriam oriundos do hebraico, que significaria "sobrevivente". Ou ainda "she'erit" no sentido de "refúgio Dele" ou "refúgio de Deus".

Vaqueiros do Seridó - Seridó potiguar - Foto: Carla Belke


Cerca de pedra "muralhas da história" - Seridó potiguar - Foto: Canindé Soares

Sítio Arqueológico Xiquexique - Seridó potiguar - Foto: A/D




Mapa do Estado do Rio Grande do Norte / Região Seridó 
Mapa: IBGE / OpenBrasil.org 

Região do Seridó potiguar

A Região do Seridó potiguar, está localizado no centro sul do Estado do Rio Grande do Norte, apresenta uma série de particularidades únicas se comparadas a outras porções do nosso estado, tanto na cultura como na geografia. 

Seu território abrange as microrregiões do Seridó Ocidental, Seridó Oriental, Serra de Santana e parte da microrregião do Vale do Assú. A região do Seridó Potiguar é um vasto trecho do território do estado do Rio Grande do Norte, atravessado e cortado pelo Rio Seridó e seus afluentes. Tem uma extensão territorial de 10.808,615 Km², é composto por vinte e cinco municípios: Acari, Bodó, Caicó, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Equador, Florânia, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Jucurutu, Lagoa Nova, Ouro Branco, Parelhas, Santana do Matos, Santana do Seridó, São Fernando, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Vicente, Serra Negra do Norte, Tenente Laurentino Cruz e Timbaúba dos Batistas. 

Sua paisagem é constituída por um ecossistema de vegetação única no nosso planeta: a caatinga, com clima semiárido e serrano. 

Seus sítios arqueológicos registram a presença do homem pré-histórico, através de enigmáticas inscrições rupestres. Faz parte do polo "Roteiro Seridó" que ganhou o primeiro lugar na categoria “Roteiro Turístico” do programa de regionalização do turismo do Ministério do turismo. 

O povoamento da região começou logo após o fim da Guerra dos Bárbaros (1687 a 1697). As primeiras terras concedidas na região são registradas nos livros da Capitania do Rio Grande são de 1676 e referem-se exatamente à Acauã (hoje Acari). 

A emancipação do Seridó foi feita em 31 de Julho de 1788, por alvará que criou o município com denominação de Vila Nova do Príncipe (hoje Caicó). 

Acesse também:

SimCity BuildIt 
Clube | Seridó BRASIL

Postagens mais visitadas